Leituras Online  

O POVO COM AS MAIORES PROMESSAS

0 Comentáros
95
11 Jan 2018

O POVO COM AS MAIORES PROMESSAS 

Dr. William Soto Santiago

Domingo, 1 de julho de 2007

São Paulo, São Paulo, Brasil

Muito boa tarde, amados amigos e irmãos presentes, e os que estão através do satélite Amazonas ou pela internet em diferentes nações. Que a Paz de Deus seja sobre cada um de vocês.

Para esta ocasião, leremos em Efésios, capítulo 2, verso 11 ao 22 onde São Paulo nos diz:

“Portanto, lembrai-vos de que vós noutro tempo éreis gentios na carne, e chamados incircuncisão pelos que na carne se chamam circuncisão feita pela mão dos homens;

Que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo.

Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto.

Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio,

Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz,

E pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades.

E, vindo, ele evangelizou a paz, a vós que estáveis longe, e aos que estavam perto;

Porque por ele ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito.

Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e membros da família de Deus;

Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina;

No qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor.

No qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus em Espírito.”

Tomo o verso 19 para nosso tema. Diz:

“Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e membros da família de Deus”

Nosso tema é: “O POVO COM AS MAIORES PROMESSAS.”

Esse povo é a Família de Deus; os filhos e filhas de Deus. Este povo está formado pelas pessoas escritas no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro, desde antes da fundação do mundo; pelos quais Jesus Cristo morreu na Cruz do Calvário como o Sacrifício de Expiação por nossos pecados, para nos redimir, para nos regressar a Deus e a Seu Reino; ou seja, para nos regressar a nosso Pai Celestial; à Casa de Deus. Porque somos filhos e filhas de Deus escritos no Céu desde antes da fundação do mundo, e tínhamos que ser manifestados na Terra para escutar a pregação do Evangelho de Cristo, e a fé de Cristo nascer em nossa alma. Porque a fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus. E com o coração se crê para justiça; mas com a boca se confessa para Salvação. [Romanos 10:10] Por isso Cristo ordenou a Seus discípulos dizendo:

“Ide por todo mundo, pregai o evangelho a toda criatura.

Quem crer e for batizado, será salvo; mas quem não crer, será condenado.” [São Marcos 16:15-16]

E quem são os que creriam? Quem são os que escutariam? Cristo disse: “Minhas ovelhas ouvem a minha Voz e me seguem; e eu as conheço como o Pai me conhece; e eu lhes dou Vida eterna.” (São João, capítulo 10, verso 27 ao 30).

Agora, encontramos que Cristo morreu por estas pessoas que escutariam o Evangelho de Cristo. A fé de Cristo nasceria em suas almas. Pois a fé vem pelo ouvir, diz São Paulo, em Romanos, capítulo 10. Sendo assim, o Evangelho (que é a Palavra de Deus) tem que ser pregado para que nasça a fé; para que venha a fé de Cristo à alma das pessoas. Cristo disse: “Quem é de Deus, ouve a Voz de Deus.” [São João 8:47]

Temos que ser realistas e crer o que está na Escritura. O próprio Cristo disse (a umas pessoas que não podiam crer nele)  da seguinte forma...  Vamos ler isso para que possamos compreender este mistério.  No capítulo 8 de São João, verso 42 em diante, nos diz:

“Disse-lhes, pois, Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis, pois que eu saí, e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas ele me enviou.

Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra.

Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai (Agora, aqui Jesus Cristo identifica essas pessoas como sendo do diabo. São palavras duras; mas se Cristo disse isso, é a verdade.). Ele foi homicida desde o princípio (Agora, eles queriam cumprir os desejos do diabo: queriam matar a Cristo.)... Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele (Isso é o que Cristo diz do diabo.). Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira (Se é pai da mentira, em quem se originou a mentira? Quem a originou? O diabo).

Mas, porque vos digo a verdade, não me credes.

Quem dentre vós me convence de pecado? E se vos digo a verdade, por que não credes?

Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as escutais: porque não sois de Deus.”

Quem não é de Deus não escuta a Palavra de Deus, porque Deus não é seu pai. Cada filho escuta a palavra de seu pai, e faz a vontade de seu pai. Aquelas pessoas que não criam em Cristo, e queriam matá-lo, queriam fazer a vontade do pai delas, o qual Cristo disse que é o diabo.

Em São João, capítulo 10 Cristo também diz no verso 22 em diante. Diz :

“E em Jerusalém havia a festa da dedicação, e era inverno.

E Jesus andava passeando no templo, no alpendre de Salomão.

Rodearam-no, pois, os judeus, e disseram-lhe: Até quando terás a nossa alma suspensa? Se tu és o Cristo, diga-nos abertamente. (Tem pessoas que querem escutar a verdade, mas para combatê-la; não para crê-la.).

Respondeu-lhes Jesus: Já vo-lo tenho dito, e não o credes. As obras que eu faço em nome de meu Pai, essas testificam de mim.”

O trabalho que Ele fazia testificava que Jesus Cristo era o Messias, o Cristo. Numa ocasião, no capítulo 3 de São João, o próprio Nicodemos disse a Jesus: “Sabemos que tu és enviado de Deus; porque ninguém pode fazer as coisas que Tu fazes se Deus não estiver com Ele.” Agora, segue dizendo:

“Mas vós não credes porque não sois das minhas ovelhas, como já vo-lo tenho dito (Há ovelhas de Jesus Cristo, e, há outras que não são de Jesus Cristo).”

Cristo disse (segue dizendo):

“As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem;

E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão (Ou seja: não podem perder se; viverão eternamente com Cristo. Nossa proteção é Cristo) .

Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai.

Eu e o Pai somos um.”

Aí está o mistério de Deus – o Pai, e de Cristo. Cristo disse: “O Pai e Eu... (ou) Eu e o Pai somos um.” Contigo é o mesmo: você é alma, espírito e corpo. E você como alma, espírito e corpo é uma pessoa; uma pessoa morando num corpo angelical ou espiritual e num corpo físico; mas é uma só pessoa. E Deus é “um”, morando em Seu corpo angelical, chamado: “O Anjo do Pacto.” E depois, com Seu corpo angelical morando no corpo de carne chamado: “Jesus”. Por isso Jesus podia dizer: “Eu e o Pai somos um.” “Somos o mesmo.” Tão simples assim. Esse é o mistério de Deus – o Pai, e de Cristo. O ser humano foi feito à imagem e semelhança de Deus; o ser humano é trino, pois Deus é trino.

E agora, em Sua mente Deus programou toda a Criação; e Ele programou ter filhos e filhas. E esse é o povo com as grandes promessas de Deus; esse é o povo primogênito, pois foi o primeiro povo no qual Ele pensou. Cada pessoa pertencente a esse povo é chamada: “um primogênito de Deus.” Disso é que nos fala São Paulo em Hebreus, capítulo 12, versos 22 em diante. Diz :

“Mas chegastes ao monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, e aos muitos milhares de anjos;

À universal assembléia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos  nos céus...”

Estes Primogênitos inscritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro são os membros da Igreja do Senhor Jesus Cristo, os quais foram redimidos pelo Sangue de Cristo derramado na Cruz do Calvário; e são eles que formam a Igreja do Senhor Jesus Cristo. Eles são os membros da Família de Deus; filhos e filhas de Deus. O povo hebreu é o povo dos servos, porém, a Igreja do Senhor Jesus Cristo é o povo dos filhos e filhas de Deus; dos Primogênitos escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro.

É o povo da dupla herança; porque o Primogênito recebe uma herança dupla; uma dupla porção. Estes membros do povo de Deus (como filhos e filhas de Deus) têm a promessa de uma dupla porção. Temos a primícia do Espírito que é a primeira porção, a qual se adquire quando a pessoa escuta a pregação do Evangelho de Cristo, a fé de Cristo nasce em sua alma, crê, e o recebe como Salvador; e, arrependida de seus pecados vem aos Pés de Cristo, pede perdão a Cristo por seus pecados, é batizada em água no Seu Nome, e Cristo a batiza com Espírito Santo e Fogo e produz na pessoa o novo nascimento.

Essa pessoa obteve o Espírito de Deus. Portanto, obteve a primeira porção: as primícias do Espírito, com o qual fomos selados para o Dia da Redenção; para o Dia em que nos dará a segunda porção, que será: o corpo eterno: imortal, incorruptível e glorificado, como o corpo glorificado de nosso amado Senhor Jesus Cristo; e assim obteremos então a Adoção física que será o corpo eterno e glorificado.

Os escolhidos recebem primeiro a Adoção espiritual. Sendo assim, ao receberem o Espírito de Cristo, recebem o corpo angelical da sexta dimensão; esse corpo teofânico. Mas o corpo físico ainda é mortal. Porém, temos Vida eterna aqui em nossa alma e no espírito ou corpo angelical que Ele nos deu. Mas temos a promessa de um corpo físico, eterno e glorificado como o corpo glorificado de Jesus Cristo; porque este é o povo que tem as grandes promessas da parte de Deus.

Portanto, este é o povo dos filhos e filhas de Deus; este é um Povo Celestial, composto de pessoas que vieram do Céu. Suas almas vieram do Céu a esta Terra em corpos físicos, ou para estarem manifestados em corpos físicos por uma temporada; mas, com  a  promessa  de que  serão restaurados à Vida eterna.

Por isso São Paulo diz, em Filipenses, capítulo 3, verso 20 ao 21: “Mas nossa cidadania está nos céus...” Cada pessoa obtém uma cidadania quando nasce num país; terrenamente é cidadã desse país. E nossa cidadania como povo de Deus, como filhos e filhas de Deus, é do Céu; porque o novo nascimento não é terreno; é do Céu; e, portanto, nossa cidadania é da Nova Jerusalém.

“Mas nossa cidadania está nos céus, de onde também esperamos ao Salvador, ao Senhor Jesus Cristo (Nossa cidadania é de onde está Jesus Cristo. Ele está na Nova Jerusalém como Sumo Sacerdote, fazendo intercessão.) ;

o qual transformará o corpo da nossa humilhação...”

Ou seja: transformará estes corpos mortais nos quais os filhos e filhas de Deus vivem numa situação de humilhação; porque sendo filhos e filhas de Deus (e, portanto, sendo filhos do Rei dos Céus e da Terra) são príncipes e princesas; e, fisicamente, estão vivendo numa condição de servos como os demais seres humanos; sujeitos aos problemas desta Terra, e, sujeitos aos trabalhos terrenos. Mas a promessa é que vamos ser libertados ao recebermos o corpo eterno.

Isso será a manifestação gloriosa dos filhos de Deus; isso será a Adoção como filhos e filhas de Deus em corpos eternos. Isso será a Redenção do corpo, para a qual Cristo virá no tempo final: ressuscitará os mortos crentes nele em corpos glorificados, e, aos que vivemos, nos transformará; e então todos nós seremos iguais a Jesus Cristo: com corpos eternos e com todo o poder de Deus em cada um dos filhos e filhas de Deus.

“...o qual transformará o corpo da nossa humilhação, para que seja semelhante ao seu corpo glorioso, pelo poder com o qual pode também sujeitar a si mesmo todas as coisas.”

Com esse poder ressuscitará aos mortos crentes nele e transformará aos que estarão vivos (crentes nele nascidos de novo). Por quê? Porque este é o povo com as grandes promessas de Deus. Esse é o povo do qual diz o livro do Apocalipse que: “Cristo, com Seu Sangue, nos limpou de todo pecado; e nos fez para o nosso Deus: Reis e Sacerdotes; e reinaremos com Ele.” Esse é o povo da realeza.

A realeza é o rei, a rainha e seus filhos. Portanto, este é o povo com as grandes promessas; porque este é o povo da Realeza; dos quais Deus diz que são Seus filhos, e, por isso são Reis, Sacerdotes e Juízes.

São Paulo diz, em Primeira de Coríntios, capítulo 6, verso 3 ao 4: “Não sabeis vós que os santos julgarão ao mundo, e ainda, aos anjos?”

Portanto são Juízes. São os membros da Suprema Corte do Céu. E são também os membros da Realeza do Reino Celestial; e são também os membros do Sacerdócio Celestial. E tudo isso segundo a Ordem de Melquisedeque, da qual Cristo é o Sumo Sacerdote; e nós, Sacerdotes com Ele. E da qual Cristo é o Rei dos Reis, e nós, Reis com Ele. E da qual Cristo é o Juiz Supremo que julgará aos vivos e aos mortos; e nós, Juízes com Ele; membros do Poder Judicial do Céu; membros da Ordem Sacerdotal do Céu (de Melquisedeque); e membros da Realeza do Reino Celestial.

Quer mais? Ou seja: este povo é o máximo! Não há outro povo maior; não há outro povo mais importante nem na Terra nem no Céu, que este povo redimido pelo Sangue de Jesus Cristo; é o povo composto pelos filhos e filhas de Deus.

O povo hebreu é o povo dos servos. Abraão era chamado “Servo de Deus”. Isaque: “Servo de Deus”. Jacó: “Servo de Deus”. Os Patriarcas: “Servos de Deus”. Os descendentes de Jacó formaram o povo dos servos de Deus. E Cristo, e todos os crentes nele, formam o povo dos filhos e filhas de Deus.

Jesus Cristo é o Filho de Deus representado no grão de trigo que seria semeado na Terra. Morreria, mas nasceria uma planta de trigo, que é a Igreja do Senhor Jesus Cristo; e através de Sua Igreja daria muitos grãos de trigo; se reproduziria em muitos filhos e filhas de Deus. Isso é o que tem se passado. Um filho de Deus se reproduz em filhos de Deus. Isso é o que Jesus Cristo tem estado fazendo.

Abraão (o servo de Deus) se reproduziria em servos de Deus; Isaque, em servos de Deus; Jacó se reproduziria em servos de Deus; e os Patriarcas se reproduziriam em servos de Deus. Mas Jesus Cristo, o Filho de Deus, se reproduziria em filhos e filhas de Deus; assim como o grão de trigo se reproduz em grãos de trigo. E Jesus Cristo, o Rei herdeiro do Reino Celestial e do Reino terreno (do Reino de Davi) se reproduziria em Príncipes e Princesas, os quais estarão em Seu Reino como Reis e Sacerdotes.

Sendo também Sumo Sacerdote da Ordem de Melquisedeque (sendo o próprio Melquisedeque) no Céu, no Templo Celestial, se reproduziria em Sacerdotes desse Reino Celestial e dessa Ordem Celestial.

Vejam vocês. Os sacerdotes na ordem terrena de Arão, viriam de onde? De Arão. E os Sacerdotes da Ordem Celestial – do Reino Celestial e do Templo Celestial, viriam de onde? Do Sumo Sacerdote Melquisedeque, que é Jesus Cristo no Céu, no Templo Celestial.

Podemos ver que os que formam a Igreja do Senhor Jesus Cristo são o povo dos filhos e filhas de Deus, redimidos pelo Sangue de Jesus Cristo derramado na Cruz do Calvário. Portanto, esse é o povo com as maiores promessas divinas.

Agora, o povo hebreu tem grandes promessas terrenas, as quais ninguém as pode tirar; mas o povo dos filhos e filhas de Deus tem promessas não apenas terrenas, mas Celestiais também. Portanto, são maiores as promessas e bênçãos do Povo dos Santos; do Povo dos redimidos; do Povo dos filhos e filhas de Deus que formam a Igreja do Senhor Jesus Cristo, composta por aqueles que escutam a pregação do Evangelho de Cristo e a fé de Cristo nasce em suas almas, e dão testemunho público de sua fé em Cristo, recebendo-lhe como único e suficiente Salvador.

Por que escutam, crêem, e o recebem como Salvador? Porque seus nomes estão escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro. Essas pessoas são almas de Deus; são sementes de Deus em suas almas; vieram do mesmo lugar de onde Jesus Cristo, o Filho de Deus, veio. Não são do mundo, como Cristo também não é do mundo; vieram do Céu. E estamos aqui na Terra por um, e para um propósito divino.

São Pedro disse na sua Primeira Carta, no capítulo 1, da seguinte maneira (no verso 2):

“...eleitos segundo a presciência de Deus Pai em santificação do Espírito (Fomos eleitos; e isto foi desde antes da fundação do mundo. Para quê?) , para obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo.”

Por essa causa nos encontramos neste planeta Terra: para escutar a pregação do Evangelho de Cristo e obedecer. “Quem crer e for batizado, será salvo; mas quem não crer, será condenado.” Uns crerão: os que foram eleitos desde antes da fundação do mundo para escutar e obedecer, e ser aspergidos com o Sangue de Cristo.

Os que não são ovelhas do Senhor não vão crer. Mas é preciso pregar a todos porque as ovelhas estão no meio de todos os seres humanos e no meio de todas as nações. Mas escutarão a Voz de Jesus Cristo (a Voz do Espírito Santo), porque Cristo está no meio do Seu povo neste planeta Terra o tempo todo em Espírito Santo. Ele disse: “Eu estarei convosco todos os dias, até o fim.” [São Mateus 28:20] Ele é o Anjo do Pacto; o mesmo que esteve com o povo hebreu o tempo todo.

E agora, temos visto que o povo com as maiores promessas são os filhos e filhas de Deus que formam a Igreja do Senhor Jesus Cristo; este é o povo dos filhos de Deus; o povo chamado “os escolhidos” ou “eleitos”, escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro, desde antes da fundação do mundo. São chamados “os Primogênitos de Deus”; são os primeiros nos quais Deus pensou.

E agora, eles têm a Bênção da Primogenitura; Bênção que é dupla. Promessas para serem cumpridas neles: promessas terrenas e promessas celestiais. Portanto, sua herança será terrena e celestial. O povo dos servos tem promessas terrenas, mas o povo dos filhos tem promessas terrenas e celestiais. São chamados: “a Família de Deus”, “os filhos e filhas de Deus”, “a Família da fé”, “a Família dos redimidos com o Sangue do Cordeiro”.

E como se passa a fazer parte desta Família? Nascendo nesta Família. Nascendo da Água e do Espírito: nascendo da pregação do Evangelho de Cristo e do Batismo do Espírito Santo. Por isso Cristo disse:

“Ide por todo mundo, pregai o evangelho a toda criatura.

Quem crer e for batizado, será salvo; mas quem não crer, será condenado.” (São Marcos, capítulo 16, verso 15 ao 16).

Quem é de Deus, ouve a Voz de Deus; escuta a Voz do Seu Pai Celestial. “Minhas ovelhas ouvem a minha Voz e me seguem; e Eu lhes dou a Vida eterna.” [São João 10:27-28]

O Evangelho é pregado para que escutem a Voz de Cristo, venham a Cristo, e recebam a Vida eterna da parte de Cristo; porque Jesus Cristo tem a exclusividade da Vida eterna.

Você não pode conseguir a Vida eterna através de outra pessoa; tem que ser através de Cristo. Para isso tem que vir a Cristo, recebendo-o como único e suficiente Salvador.

Eu escutei a pregação do Evangelho de Cristo; a fé de Cristo nasceu em minha alma; cri de todo coração, e o recebi como meu Salvador; fui batizado em água no Seu Nome, e Ele me batizou com Espírito Santo e Fogo e me deu a Vida eterna: nasci no Seu Reino. E a Vida no Seu Reino é a Vida eterna. Portanto, a forma já está estabelecida para se nascer no Reino de Cristo (ou de Deus).

Quem mais escutou, creu, e o recebeu como Salvador? Cada um de vocês também. Se há alguma pessoa que ainda não o recebeu como Salvador (e a fé de Cristo nasceu em sua alma enquanto escutava a pregação do Evangelho de Cristo) pode, nestes momentos, dar testemunho público de sua fé em Cristo, recebendo-lhe como seu único e suficiente Salvador. Vocês que estão presentes e também os que estão através do satélite Amazonas ou da internet em outras nações.

Para o qual, podem passar à frente os que estão aqui presentes. E os que estão em outras nações podem passar à frente também onde vocês se encontram, para que fiquem incluídos na oração que estarei fazendo por todos os que virão aos Pés de Cristo. Podem vir aqui à frente os que estão aqui presentes e a fé de Cristo nasceu em suas almas e não tinham recebido a Cristo; podem passar à frente para receberem-no como Salvador, e eu estarei orando por vocês.

Recorde: você está aqui presente porque seu nome está escrito no Céu, no Livro da Vida de Deus; e, portanto, o Espírito de Deus te trouxe para escutar a pregação do Evangelho de Cristo. E vocês que estão escutando em outras nações e ainda não receberam a Cristo como Salvador: o Espírito de Deus os guiou para estarem escutando, porque o nome de vocês está escrito no Céu, no Livro da Vida; e Ele os está chamando nestes momentos.

Se hoje ouves a Sua Voz, não endureças o teu coração. O Pai Celestial está te chamando, porque tu és um filho ou uma filha de Deus, e não sabia disso. São Paulo disse que Cristo veio para levar muitos filhos à glória. E, para levar muitos filhos à glória Ele tem um Programa no qual Ele morreu como o Sacrifício da Expiação por nossos pecados; Ele levou nossos pecados; Ele se fez pecado por nós para levar-nos a Deus. Deus estava em Cristo reconciliando ao mundo Consigo mesmo.

Somente através do Sangue de Jesus Cristo podemos ser limpos de todo pecado. Não podemos ir a uma farmácia, ou, a um supermercado, e pedir um branqueador para tomarmos banho e tirar os pecados. Isso não funciona. Só existe um branqueador que tira o pecado do ser humano, e esse branqueador é: o Sangue de Jesus Cristo, nosso Salvador. Não há outra forma em que o ser humano possa ser limpo de todo pecado.

Por isso a Escritura diz que Cristo nos lavou de nossos pecados com Seu Sangue. Vejam, aqui em Apocalipse capitulo 1, verso 5 em diante, diz:

“E da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dentre os mortos e o príncipe dos reis da terra. Àquele que nos amou, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados,

E nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai; a ele glória e poder para todo o sempre. Amém.”

Foi Ele quem nos lavou de todo pecado com Seu Sangue, e nos fez para nosso Deus: Reis e Sacerdotes. Também, no capítulo 5, verso 9 ao 10, diz:

“E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue nos redimiste para Deus, de toda tribo, e língua, e povo, e nação;

E para nosso Deus nos fizeste reis e sacerdotes; e reinaremos sobre a terra.”

Vamos reinar com Cristo neste planeta Terra quando Ele estabeleça Seu Reino na Terra; e Ele será Rei, sentado sobre o Trono de Davi; e nós, com Ele, Reis e Sacerdotes.

No capítulo 20 do Apocalipse também diz, do verso 4 ao 6... Enquanto chegam as pessoas que faltam por chegar, tanto em outros países como os que estão presentes aqui.

Agora, nos demais países, podem continuar vindo aos Pés de Cristo; e os que estão presentes (que ainda não passaram à frente) podem vir aos Pés de Cristo enquanto lemos esta Escritura. Capítulo 20, verso 4 ao 6 do Apocalipse, diz:

“E vi tronos;  e assentaram-se sobre eles,  e foi-lhes dado o poder de

julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos (esse é o Reino Milenial do Messias como Filho de Davi).

Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram...”

 Ou seja: até que tenha finalizado o Milênio ou Reino Milenial do Messias; ao final ocorrerá a ressurreição dos que não entraram ao Reino de Cristo, e serão julgados no final do Reino Milenial.

Esta é a primeira ressurreição...”

 Ou seja: a ressurreição dos mortos crentes em Cristo em corpos glorificados é a primeira ressurreição; a segunda ressurreição é depois do Reino Milenial, para que sejam julgadas as pessoas que não tiveram parte da primeira ressurreição.

Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição (essa é uma das grandes promessas de bênção para o povo de Deus que forma a Igreja de Jesus Cristo) ; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos.”

Aí temos claramente a posição que terão no Reino de Cristo: serão Sacerdotes de Deus e de Cristo em Seu Reino. E também serão Reis: reinarão com Cristo mil anos, e depois, por toda a eternidade. É um grande privilégio pertencer ao povo das grandes promessas divinas; pertencer ao povo formado pelos crentes em Cristo. Esse é o povo chamado: “a Igreja de Jesus Cristo” no Novo Testamento.

Podem continuar vindo aos Pés de Cristo os que faltam por vir. Receber a Cristo como Salvador é Vida eterna para a pessoa. Não viemos aos Pés de Cristo por passar à frente; senão, viemos aos Pés de Cristo para que Ele nos receba em Seu Reino e nos dê a Vida eterna. Nenhuma outra pessoa pode te dar a Vida eterna. Somente há um, e seu Nome é: SENHOR JESUS CRISTO.

Se viver nestes corpos é tão bom (mesmo sendo por um curto tempo) como será viver eternamente no corpo eterno que Ele nos dará na ressurreição dos mortos e transformação dos que vivemos? Será algo que não há palavras para expressar! Será algo sublime; algo glorioso! E é uma grande promessa para mim. E para quem mais? Para cada um de vocês também.

Vamos nos colocar em pé para orar pelas pessoas que vieram aos Pés de Cristo; os que estão presentes e os que estão em outras nações. Se faltar alguma pessoa por vir, pode vir; das que estão presentes, e também das que estão em outras nações; para que assim fiquem incluídas nesta oração que estarei fazendo.

Vamos levantar nossas mãos ao Céu; a Cristo; e com nossos olhos fechados (os que vieram aos Pés de Cristo e estão aqui presentes ou em outras nações), repitam comigo esta oração:

Senhor Jesus Cristo, escutei a pregação do Teu Evangelho, e Tua fé nasceu em meu coração. Creio em Tua Primeira Vinda. Creio em Teu Nome como o único nome debaixo do Céu em que podemos ser salvos. Creio em Tua morte na Cruz do Calvário como o único Sacrifício de Expiação por meus pecados e pelos de todo ser humano. Reconheço que sou pecador, e preciso de um Salvador; preciso de um Redentor.

Senhor Jesus Cristo, dou testemunho público da minha fé em Ti, e da Tua fé em mim, reconhecendo que sou pecador. Dou testemunho público da minha fé em Ti. Creio em Ti de todo coração, e Te aceito como meu único e suficiente Salvador. Entrego-me a Ti; rendo-me a Ti em alma, espírito e corpo. Rogo-te que me salve! Rogo-te que perdoe meus pecados, e, com Teu Sangue me limpe de todo pecado, e me batize com Espírito Santo e Fogo, e produza em mim o novo nascimento depois que eu for batizado em água em Teu Nome. Senhor , salva-me! Eu te suplico! Em Teu Nome eterno e glorioso, Senhor Jesus Cristo. Amém.

Com nossas mãos levantadas ao Céu, todos, dizemos:

O Sangue do Senhor Jesus Cristo me limpou de todo pecado! O Sangue do Senhor Jesus Cristo me limpou de todo pecado! O Sangue do Senhor Jesus Cristo me limpou de todo pecado! Amém.

Cristo lhes recebeu em Seu Reino; perdoou vossos pecados; e com Seu Sangue lhes limpou de todo pecado; porque vocês escutaram a pregação de Cristo e a fé de Cristo nasceu em vossa alma, e o receberam como Salvador, dando testemunho público da vossa fé em Cristo. Ele disse: “Quem crer e for batizado, será salvo.”

Vocês me dirão: “Escutei a pregação do Evangelho de Cristo; cri; e o recebi como meu Salvador. E agora, quero ser batizado em água o mais rápido possível no Nome do Senhor Jesus Cristo. Porque Ele disse: ‘Quem crer e for batizado, será salvo’. Quando podem me batizar?” É a pergunta desde o profundo da vossa alma.

No batismo em água a pessoa se identifica com Cristo em Sua morte, sepultamento e ressurreição. O batismo é tipológico; é simbólico; mas é um Mandamento do Senhor.

Quando a pessoa recebe a Cristo como Salvador morre para o mundo; quando é submersa nas águas batismais pelo ministro, tipologicamente está sendo sepultada; e quando o ministro a levanta das águas batismais a pessoa está ressuscitando a uma nova vida: à Vida eterna, com Cristo, em Seu Reino eterno.

Portanto, bem podem ser batizados em água no Nome do Senhor Jesus Cristo. E que Cristo lhes batize com Espírito Santo e Fogo e produza em vocês o novo nascimento. E continuaremos nos vendo por toda a eternidade no glorioso Reino de nosso amado Senhor Jesus Cristo.

Pergunto aqui ao ministro, Reverendo Oswaldo Natale, se há água. Há água? Há batistério? Há batistério. Há roupas batismais? Há roupas batismais. Há vestiário de roupa? Há vestiário. Há também pessoas que lhes ajudarão a chegar aos vestiários de roupa. Há ministros que lhes batizarão? Há ministros também que lhes batizarão.

Portanto, bem podem ser batizados em água no Nome do Senhor Jesus Cristo nestes momentos.

Numa ocasião perguntaram a Pedro (os que escutaram a pregação do Evangelho no Dia de Pentecostes, depois que Pedro pregou, e a fé de Cristo nasceu no coração deles), perguntam a Pedro, e aos apóstolos... Capítulo 2 do Livro dos Atos, verso 36 em diante, diz:

“Saiba, pois, com certeza toda a casa de Israel que a esse Jesus, a quem vós crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo.”

Vejam. Por isso chamamos Jesus de: Senhor Jesus Cristo; porque Deus fez de Jesus: Senhor e Cristo. Por isso Ele é o Senhor Jesus Cristo.

“E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, homens irmãos?

E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo;

Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar.”

Quando perguntam a Pedro, e aos demais apóstolos: “Que faremos?” Pedro lhes disse: “Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo.”

E agora, essa é a mesma resposta para vocês. “Depois de recebermos a Cristo; depois de escutarmos, e crermos em Cristo. O que faremos?” Arrependidos, batize-se cada um de vós no Nome de Jesus Cristo! Essa é a ordem divina. Portanto, bem podem ser batizados em água no Nome do Senhor Jesus Cristo.

E que Cristo lhes batize com Espírito Santo e Fogo e produza em vocês o novo nascimento. No Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

Deixo ao Reverendo Oswaldo Natale para que lhes indique por onde se encaminhar para colocarem as roupas batismais e serem batizados em água no Nome do Senhor Jesus Cristo.

Que Deus continue abençoando a todos. E todos passem uma boa tarde. E continuaremos nos vendo por toda a eternidade!

     “O POVO COM AS MAIORES PROMESSAS.”

0.0
Última Modificação: quinta 11 janeiro 2018 15:18
william soto santiago

Sem comentários ainda...

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado, fique tranquilo.